Tênis para Corrida

A MultiJR é um site especializado em atletismo e corrida, e notícias deste  esporte em geral. Começaremos com o principal acessório deste esporte o tênis. Este equipamento é a principal ferramenta deste esporte, assim com um taco está para o golfista o tênis está para um maratonista.

E para saber como escolher um tênis para corrida ideal, é preciso primeiramente entender de pisada. Existem três tipos: pronada, neutra e supinada. Caso necessário poderá encontrar mais informações aqui.

Pronação - tipos de pisada

Pronação

Pronação do pé é o curvamento para dentro do pé ao caminhar ou correr. Outra maneira de olhar para pronação em vez em termos de grau de curvamento interior é em termos de onde o pé empurra ao final de cada passada, ou no final do ciclo da marcha.
Existem três tipos principais de pronação na caminhada humana: pronação neutra, pronação excessiva e supinação. Enquanto ambos pronação e supinação ocorrem enquanto andando e em pé, geralmente são mais pronunciados e os efeitos amplificados durante a corrida.

Pronação neutra

De acordo com os médicos, algum grau de pronação é natural no movimento normal do corpo. No entanto, pronação excessiva e supinação podem ser potencialmente prejudiciais. Pronação neutra ocorre quando o pé experimenta uma quantidade saudável de pronação, em vez de sobre pronação ou supinação. Em um movimento saudável, mais da área do dedo do pé serão usado ao impulsionar a passada do que quando a passada é incorreta. Em pronação neutra o peso distribui-se bastante uniformemente entre todos os dedos, com uma ligeira ênfase no dedão e no segundo dedo do pé, que são melhor adaptados para lidar com mais de carga.

Pronação excessiva

Aqueles que tem pronação excessiva tendem a impulsionar quase completamente usando o dedão e o segundo dedo do pé. Como resultado, o choque do impacto do pé não se espalha uniformemente em todo o pé e o tornozelo, causando dificuldade em estabilizar o resto do corpo. Além disso, um ângulo não natural se forma entre o pé e tornozelo, e o pé trabalha de forma anormal. É comum, mesmo para pessoas que com pronação neutra, ter um ângulo entre o pé e o tornozelo, mas não ao ponto como visto naqueles que tem pronação excessiva. Em pronação normal o peso distribui-se uniformemente em todo o pé.

Existem muitas causas possíveis para a pronação excessiva, mas os estudiosos ainda não tem determinado uma causa única. A pronação excessiva pode ocorrer por razões anatômicas, tais como uma tíbia igual ou superior a 10 graus, discrepância de comprimento de perna, frouxidão dos ligamentos, por causa da fraqueza muscular ou tensão nos músculos gastrocnêmio e sóleo. Pronação pode ser influenciada por fontes fora do corpo também. Os tênis foram mostrados para influenciar significativamente a pronação. Uma mesma pessoa pode ter diferentes quantidades de pronação apenas usando tênis de corrida diferentes.

Pé chato: houve algumas especulações sobre se a altura do arco do pé tem um efeito em pronação. Após a realização de estudos, há indícios que pessoas com arcos maiores tendem a pronação em maior grau. No entanto, já foi observado por alguns profissionais e a maioria dos pronação está presente naqueles com alturas de arco menores.

Efeitos

Pronação excessiva pode ter efeitos secundários sobre a parte inferior das pernas, como maior rotação da tíbia, que pode resultar em problemas inferiores da perna ou joelho. Pronação é associada geralmente com muitas lesões por fadiga, incluindo síndrome de estresse tibial medial, ou dor nas canelas e joelho. Indivíduos com lesões geralmente têm movimento de pronação de dois a quatro graus, em comparação com aqueles sem lesão.

Prevenção/tratamento – Ortopedia

Usar apoio no tênis é um método comumente implementado para tratar lesões comuns de corrida para evitar lesões associadas com pronação. Cerca de três quartos dos corredores feridos são tratados com sucesso com a prescrição de apoios. Mas o mais importante é mesmo escolher uma tênis para corrida adequado ao seu tipo de pisada.

Supinação

Supinação ocorre quando o pé tem impacto no chão e o pé não se curva “para dentro” durante o movimento. O peso do corpo não é transferido de todo para o dedão do pé, forçando a parte externa do pé e os dedos menores, que não são preparados para lidar com a pressão do peso.

Prevenção/tratamento – Tipo de tênis

Segundo sites especializados, estes corredores tem resultado melhor ao usar um tênis neutro-amortecido que incentiva um movimento mais natural de pé. Como os pés dos supinadores não acomodam para dentro como os pés dos pronadores, um apoio não é necessariamente usado para corrigir a supinação, como é usado para corrigir a pronação excessiva. Em vez disso, amortecimento extra no tênis é a melhor maneira de corrigir a supinação.

Esse site pode te ajudar a encontrar um tênis ideal para sua pisada: http://www.tenis-para-corrida.com

Vídeo:

Neste vídeo há uma entrevista interessante sobre este assunto:
YouTube responded to TubePress with an HTTP 410 - No longer available